SZ-100

Resumo

Os instrumentos da série SZ-100 Nanopartica são ferramentas analíticas flexíveis para a caracterização de propriedades físicas de pequenas partículas. Dependendo da configuração e da aplicação, o sistema pode ser usado como um analisador de tamanho de partícula ou também pode ser usado para medir o potencial zeta, o peso molecular (MW) e o segundo coeficiente virial (A2). As aplicações típicas do SZ-100 incluem nanopartículas, coloides, emulsões e suspensões submícrons.

A análise de tamanho de partícula é realizada por dispersão de luz dinâmica (DLS). Dependendo das propriedades físicas da amostra, a faixa dinâmica varia de 0,3 nm a 8 µm. O limite inferior é influenciado pela concentração, pela intensidade de dispersão de luz da amostra e pela presença de partículas grandes e indesejadas. O limite superior é influenciado pela densidade da amostra, pois a DLS é modelada de acordo com todos os movimentos brownianos, e não pelo assentamento gravitacional.

O SZ-100 caracteriza a carga na superfície das partículas por meio da medição do potencial zeta de uma suspensão. A amostra é injetada em uma célula descartável e uma medição da mobilidade eletroforética da partícula resulta no potencial zeta calculado. O potencial zeta da amostra é usado com mais frequência como um indicador de estabilidade da dispersão. Os valores de potencial zeta de grande magnitude indicam que uma suspensão estabilizada de forma eletrostática permanecerá estável.  O potencial zeta é medido com frequência como uma função do pH ou de outra alteração na química para ajudar os formuladores a criarem novos produtos com maior prazo de validade.  De modo inverso, a identificação de condições nas quais o potencial zeta é zero (ou seja, a amostra está no ponto isoelétrico) permite a escolha das condições ideais para floculação e separação de partículas.

O mesmo instrumento também pode ser usado para medir o peso molecular e o segundo coeficiente virial de proteínas, polímeros e outras moléculas. O usuário prepara várias soluções com concentrações conhecidas e, em seguida, utiliza o sistema em modo de dispersão de luz estática para criar um gráfico de Debye, que resulta no cálculo de MW e A2.

Caracteristicas

  • Tamanho de partícula, potencial zeta, peso molecular e segundo coeficiente virial reunidos em um único instrumento
  • Faixa abrangente de tamanhos e concentrações de partículas
  • Medições de tamanhos de partículas em 90° e 173°
  • Vários modos de medição de tamanho de partícula para trabalho com pequenas partículas e dispersores fracos
  • Células de pequeno volume para tamanho de partícula e potencial zeta
  • Controlador de pH opcional para titulação automática do potencial zeta em relação ao pH

Manufactured by HORIBA

Especificações

Tamanho de particular: Técnica de Dispersão de Luz Dinâmica (DLS)

Faixa de medição

  • Diâmetro da partícula: 0,3 nm a 8,0µm

Precisão da medição

  • Tamanho de partícula: Em conformidade com a ISO 13321/22412
  • Padrão de partícula de látex de poliestireno com rastreabilidade NIST: Precisão da medição de 100 nm = +/- 2%

Concentração

  • Limite inferior de 0,1 mg/mL de lisozima
  • Limite superior de 40 wt %, dependendo da amostra

Tempo de medição

  • Aproximadamente 2 minutos, em geral, para análise de tamanho de partícula

Célula de amostragem

  • Célula cubeta

Volume de amostragem

  • 12µl ~ 4 ml* (* O volume de amostragem depende da capacidade do volume da célula.)

Potencial zeta: Técnica de eletroforese por laser doppler

Faixa de medição

  • -200 – +200 mV

Tempo de medição

  • Aproximadamente 2 minutos em geral

Célula de amostragem

  • Celula descartável exclusiva ou célula do tipo "dip cell"

Volume de amostragem

  • ~100µl para a célula descartável

Peso molecular: Técnica de gráfico de Debye de dispersão de luz estática

Faixa demedição

  • Mw: 1×103 - 2×107 g/mol

Célula de amostragem

  • Célula cubeta

Especificações físicas

Fonte de alimentação: 100-240 VCA, 50/60 Hz, 150 VA

Laser:  DPSS 532 nm, 10 mW Classe I

Interface: USB 2.0, entre o analisador e o PC

Dimensões externas: 385 (P) ´528 (L) ´ 273 (A) mm (Exceto projeções)

Massa aproximada: 25 kg

Faixa de controle de temperatura:  1 a 90? para tamanho de partícula, 1 a 70? para potencial zeta

Umidade e temperatura de operação:  15 a 35?, Umidade relativa = 85% ou menos, sem condensação

Controle de condensação:  Conexão para porta de purga disponível

Técnicas de Medição

O tamanho de partícula é medido pelo SZ-100 usando a dispersão de luz dinâmica (DLS). As partículas da amostra na célula fazem o movimento browniano. Uma fonte de luz é introduzida na célula, e a luz dispersa é coletada a 90° ou 173°, conforme mostrado no diagrama abaixo. O sistema seleciona automaticamente o ângulo de dispersão e a posição da célula ideais, dependendo da concentração e da intensidade da amostra.

Visite a seção Tecnologia de Dispersão de Luz Dinâmica.

 SZ-100

O sinal obtido de uma luz dispersa é inserido em um correlator de múltiplos canais que gera uma função usada para determinar o coeficiente de difusão translacional das partículas analisadas. A equação de Stokes-Einstein é, então, usada para calcular o tamanho da partícula. Uma variedade de células de amostras estão disponíveis dependendo do volume de amostra e das metas da medição.

A análise do potencial zeta é realizada em uma célula de plástico descartável ou em uma célula do tipo "dip cell". O sistema mede a condutividade da amostra, aplica um campo elétrico e, em seguida, mede o movimento das partículas usando a dispersão de luz eletroforética. A direção do movimento da partícula determina se a carga é negativa ou positiva, sendo que a velocidade das partículas determina a magnitude da carga (potencial zeta). O resultado do potencial zeta relatado pode, então, ser usado como um indicador da estabilidade de dispersão.

Acesse a seção Tecnologia do Potencial Zeta.

SZ-100

O SZ-100 calcula o peso molecular absoluto realizando medições de dispersão de luz estática em uma amosta, com várias concentrações diferentes. Um gráfico de Debye de KC/R em relação à concentração produz  resultados para o peso molecular e o segundo coeficiente virial.

Acesse a seção Tecnologia de Peso Molecular

SZ-100

Todas essas medições são realizadas pelo software de fácil utilização, baseado em menu. As condições de medição de amostra são escolhidas à medida que o usuário avança pela sequência de navegação. Os parâmetros padrão permitem que os usuários iniciantes gerem bons dados e que podem ser repetidos. As opções avançadas estão disponíveis em telas adicionais para usuários mais experientes com mais conhecimento da amostra analisada.

Acessórios

Células para tamanho de partículas

 

Nome da célula

Volume mínimo

Solvente

A

Célula descartável

1,2 mL

Aquoso

B

Célula semimicro

500 µL

Aquoso, não aquoso

C

Célula de vidro

1,2 mL

Aquoso, não aquoso

D

Célula semimicro descartável

600 µL

Aquoso

E

Célula com tampa

1.2 mL

Aquoso, não aquoso

F

Microcélula (somente 90°)

12 µL

Aquoso, não aquoso

G

Célula submicro

200 µL

Aquoso, não aquoso

H

Célula de fluxo

100 µL

Aquoso, não aquoso

Células de potencial zeta

SZ-100 
Células de potencial zeta descartáveis para medições aquosas. Caixa de 20 Volume = 100 µL

SZ-100
Célula de potencial zeta não aquosa. Volume = 100 µL

Titulador automatic


Ajusta o pH realizando uma titulação automática. Usado para criar uma relação entre o potencial zeta e dados de pH aos estudos de ponto isoelétricos.

SZ-100 


Produtos relacionados

LA 950V2

O LA-950 usa Mie Scattering (difracção de laser) para medir o tamanho de partícula das suspensões...

Páginas Relacionadas